Disfunções Sexuais | Espaço Bem Viver

A Fisioterapia atua nas disfunções sexuais apresentadas pelos homens e mulheres. 

As disfunções sexuais de qualquer natureza, seja diminuição do desejo sexual, dificuldade de excitação ou orgasmo, diminuição da lubrificação ou presença de dor são aspectos que estão presentes em até 40% das mulheres em alguma fase da vida. Nos homens, a taxa de disfunções sexuais está em torno de 2-30%, sejam elas relacionadas à disfunção de ereção ou ejaculação precoce. Cirurgias para restauração da função genital ou de readequação sexual, podem gerar disfunções sexuais, que devem ser tratadas. Em qualquer fase da vida, as disfunções sexuais podem gerar comprometimentos físicos, psicológicos e sociais, além de um comprometimento da relação com o parceiro ou parceira. 

As principais queixas relacionadas à disfunção sexual em mulheres são: dores durante a relação sexual, seja de penetração (dispareunia de penetração) ou profundidade (dispareunia de profundidade), dores após a relação sexual, distúrbios de excitação (dor durante a excitação) e orgasmo (anorgasmia), diminuição da lubrificação vaginal, dificuldade ou ausência da possibilidade de penetração pelo parceiro (vaginismo ou estenose vaginal), dores vaginais em pontos específicos (pontos gatilho), dor em ardência na região da vulva durante a penetração (vulvodínia), frouxidão vaginal, ressecamento vaginal.

Em homens as principais queixas são: ejaculação antes da penetração ou imediatamente após a penetração (ejaculação precoce ou prematura), dificuldade em iniciar ou manter a ereção (disfunção erétil ou impotência sexual) que pode estar associada à idade ou a cirurgias urológicas (prostatectomia, por exemplo), diminuição do desejo sexual.