Urologia

Urologia | Espaço Bem Viver

A Fisioterapia em urologia atua sobre as disfunções urinárias masculinas e da criança.

Homens

As disfunções urinárias são bastante comuns nesta população. Estima-se que 11-34% dos homens venham a apresentar algum tipo de incontinência ao longo da vida. Os fatores para isto estão relacionados a cirurgia da próstata (prostatectomia) ou a institucionalização de homens mais idosos (asilos). As perdas urinárias podem acontecer em gotas ou jatos. Independente disto, qualquer tipo de perda involuntária é considerada incontinência urinária. Há outras razões que podem alterar o funcionamento urinário: bexiga hiperativa que leva a uma urgência miccional (desejo súbito e repentino de urinar) seja durante o dia ou à noite, perdas por esforço (rir, tossir, espirrar, sentar-se ou levantar-se, carregar peso, caminhar ou fazer algum tipo de exercício), perdas noturnas ou diurnas não percebidas. Normalmente alguns destes sintomas podem estar acompanhados de fluxo mais fraco, dificuldade de iniciar a micção, gotejamento, dificuldade de ereção, entre outros sintomas.

Estes sinais não devem ser tratados como normais… qualquer perda ou variação do funcionamento da bexiga deve ser observado e um especialista deve ser consultado.

Crianças

Em crianças, a disfunção miccional está relacionada ao desenvolvimento neuropsicomotor, ou seja, ao amadurecimento cerebral e cognitivo, além do amadurecimento físico do corpo da criança. A continência urinária na criança ocorre entre 4-7 anos de idade. As micções na fralda estão relacionadas ao processo natural de maturação e a medida em que a criança cresce, também vai adquirindo a continência, ou seja, a capacidade de segurar a urina e as fezes. Após este período, não havendo a continência, um especialista deve ser consultado.

A enurese noturna, o famoso “xixi na cama”, é definido como pequena perda urinária insensível durante o sono, que ocorreu pelo menos 1 vez após os 5 anos de idade e pode estar associada a sintomas urinários durante o dia (hesitação em ir ao banheiro, urgências miccionais ou mesmo perdas urinárias – incontinência). A enurese acontece em cerca de 7-10% das crianças após os sete anos de idade e em muitos casos, está relacionada à constipação intestinal (“intestino preso”). Fatores emocionais podem estar ligados às perdas urinárias, como nascimento de irmãos, problemas familiares etc.

Estes sintomas urinários e intestinais, podem estar associados ao desfralde, ou seja, à maneira como foi conduzido o processo de retirar a fralda da criança (momento, idade, situação), alimentação, ingestão de água, rotina da família, cuidadores etc. Por isso, é fundamental procurar um profissional especializado para orientações.

Bexiga neurogênica

A bexiga neurogênica é uma disfunção relacionada à lesão neurológica do sistema nervoso central ou nervos periféricos envolvidos na função da bexiga. Os principais sintomas nestes indivíduos são: incontinência urinária por transbordamento, aumento da frequência urinária e urgência miccional, perdas urinárias (incontinência) ou retenção urinária com necessidade de passagem de sonda uretral, o que pode aumentar o risco de infecções urinárias de recorrência.

Nestes casos, a fisioterapia atua na reeducação vesical e dos músculos do assoalho pélvico, a fim de minimizar as repercussões desta disfunção vesical.